quinta-feira, maio 02, 2013

Felicidades, idiota!



Nunca. Houve um tempo, que acreditar era o certo, era o significado de amizade. Mas agora, acreditar traz desconfiança. Sim, se fosse longe, era o certo, agora que é perto, é o errado. Deixe. Nada importa mais, nada importa naquilo que Eu desejo. Aquilo que eu quero que esteja comigo em todos os campos: saindo, bebendo, dançando, correndo... Nada importa. Idiota. 

Nenhum comentário: