sábado, maio 19, 2007

Como uma carta na manga


Com que razão, você me faz sentir que sou um Coringa?
Me deixe tornar o par que falta para você se completar.
Sou uma carta solitária, sem um par ideal, sem você.
Me complete e faça que a minha loucura adormeça no meu leito.
E que meu sorriso mostre realmente a felicidade, não o vazio dentro de mim.


Adoro tomar o lugar das outras cartas inúteis para mim.
Já que não tenho um par ideal e sou o par ideal para todas as outras.
Como o meu sangue, tipo O.
Do qual saboreei inúmeras vezes por tua causa.
Agora quero saborear o teu e adentrar, através dele, na tua mente.

domingo, maio 13, 2007

Esta é a minha garota


Não importa o quanto de confusão eu fiz na sua vida, o quanto de conselhos implicantes e tediosos eu dou. Nada adianta. Você pode brigar, torturar, desejar se entregar, mas sempre ficará na minha memória.

Sempre penso em você, no quanto você me completa, apesar das minhas impossibilidades de demonstrar tudo isso, eu tento aproveitar o momento com você, sempre vendo a sua reação a cada momento.

Eu te testo. Te provoco. Te analiso. Te limito. Te defino. Te desejo.

Você irá me ensinar, mas eu irei ensinar também, mostrarei prazeres desconhecidos, mesmo que você tenha uma vasta experiência na área.

Complete-me, mostre-me o teu mundo, me transforme numa pessoa melhor.

Não deixe-me fazer de minha casa a minha forca!

quinta-feira, maio 03, 2007

Amém


Tomai todos e bebei, este é meu sangue, sangue da eterna aliança...”

Sempre achei difícil, uma pessoa como eu ficar sem tempo. Mesmo dormindo 10 horas diárias, das quais, a cada hora dormida por dia são 10 minutos a mais no final da vida, resumindo sou quase imortal.

Provas, apresentações de trabalhos, entrega de outros trabalhos, atualizações no site, estudo para um seminário que pretendo fazer sobre o Inferno da Divina Comédia de Dante Alighieri e ainda recebo um convite para ir numa cidade participar de uma reunião e ainda tendo espaço aberto para apresentar uma palestra ou ministrar um mini-curso. Fora isso, um projeto que tenho que fazer e aplicar numa escola desta cidadezinha monótona e ainda meu trabalho como monitor de matemática I.


Tantas pessoas para matar em tão pouco tempo...”


Mas tudo isso não quer dizer que eu não curta os prazeres da vida. Um jogo de vôlei, um vinho na madrugada enquanto leio, um papo bacana na net, um post estranho no blog...


Escutando ERA 2 – Divano e pensando, como podem existir pessoas que fazem tudo por um “Cálice sagrado... Amém.” Essa fé que move montanhas que não é capaz de mover o sentimento de culpa que cada pessoa carrega dentro de si, por não ter feito aquilo do qual seu corpo pediu e sua mente desejou.


Este é meu corpo...”


Existem mais verdades nas palavras do Marquês de Sade e nos seus contos ditos proibidos do que nas doutrinas e dogmas das religiões.


Venham, provem da minha carne e do meu sangue, se deliciem na dor que o prazer oferece. Bebam e comam. Alimentem o desejo da luxúria, o pecado capital mais forte de todos e o mais castigado nas esferas de Dante Alighieri.


P.S. Anna, usei um pouco da sua estrutura para postar no meu blog, espero que não fique brava.