quinta-feira, abril 26, 2007

Isso, Bom Garoto

Prazer.

Humm... delícia.

Me da água na boca saber.

Que tudo que envolve as necessidades humanas, se resume no prazer.

No prazer da humilhação. Da satisfação. Da força. Da posição. Do conhecimento. Da competição. Do Sexo. Do Amor. Da Dor.

Pensamentos. Julgamentos. Culpa e Prazer. Dois lados da mesma moeda.

Não podemos negar que tudo que é bom, é proibido, principalmente quando ele é elevado ou ainda quando é diminuído. O meio. A perfeição está no meio.

“No meio do caminho tinha uma pedra.”

Dificuldades para chegarmos à perfeição. Facilidades para obtermos satisfação. Pequenas coisas da vida, efêmeras mas marcantes, nos da tremenda satisfação que passa a tomar uma grande necessidade de vício fulminante. Sempre mais. Quero mais. Dê-me mais.

Ahhhhh...

Aumente a velocidade, aperte mais um pouco, estou chegando. Isso acelere, mais rápido, mais forte, forte, forte, aperte, alise, lubrifique, isso, rápido, mais rápido, vai, estou quase lá, prepare-se, sinta, isso, vai, ahhhhh...me limpe, se satisfaça, se culpe, ASSASSINO.

Relaxe. Curta. A vida é curta. Mas estou em todos os lugares, dentro de você. Esperando. Atiçando. Cegando. Diluindo. Sorrindo.

Esperando mais uma vez que seu lobo pré-frontal (o centro de boas maneiras), se curve e deixe o prazer tomar conta de todos os seus atos guardados, no fundo de sua mente pervertida e preconceituosa.

quarta-feira, abril 18, 2007

Meu Tempo



Véspera de um acontecimento nada agradável para mim. Véspera do meu aniversário.

É triste o fato de ficar velho durante o passar dos anos. Pior ainda é quando a genética não é tão favorável para me manter com um rosto contendo traços de eterna juventude e sim o contrário.

Juventude da qual eu adoraria experimentar como Dorian Gray. Por conviniencia, num cine pipoca na casa de uma amiga, ontem (17/04/2007), assistimos o filme, Dorian Gray – Pacto com o Diabo.

Será isso uma coincidência? Mas o que são coincidências?

Para mim, são, congruências de fatos. Fatos que você se relaciona com algo desejado. Exemplo: Viagem ao Rido de Janeiro em julho. Tudo que eu vejo, na faculdade, na televisão nas pessoas, são as palavras Rio de Janeiro. Agora, pelo meu desejo de ir para o Rio, tudo que eu vejo sobre ele no dia é uma coincidência?

O melhor de tudo são as festas que iram me dar, os parabéns que me farão lembrar de como eu estou velho. De como eu sou uma simples pessoa que sofre a maldição da velhice lançada por Cronos, o Titan do tempo. Diante disso tudo, seria o tempo uma coincidência da velhice?

Mas tudo tem seu charme.


P.S. Estou cursando o segundo ano da faculdade. Adivinhem quantos anos eu tenho?

domingo, abril 08, 2007

Bom Sonhos




E ainda existem pessoas que preferem o modo tradicional.